DIU/SIU

1O que é?

Os dispositivos intrauterinos (DIU) são métodos contracetivos reversíveis de longa duração. São pequenos dispositivos em forma de T que são inseridos no interior do útero por um médico.

Existem dois tipos de dispositivos intrauterinos:

  • O dispositivo intrauterino de cobre (Cu-DIU).
  • O sistema intrauterino libertador de levonorgestrel (LNG-SIU).

Usando o DIU de cobre, 0,8 em cada 100 mulheres tiveram uma gravidez indesejada durante o primeiro ano com a utilização típica (utilização real, que inclui a utilização inconsistente ou incorreta), e 0,6 em cada 100 mulheres com a utilização ideal (utilizada de acordo com as instruções de utilização).

Com o SIU hormonal (libertador de levonorgestrel), 0,2 em cada 100 mulheres tiveram uma gravidez não desejada durante o primeiro ano, tanto com a utilização típica do contracetivo como com a sua utilização ideal.

2Como se utiliza?

Deve ser colocado e removido unicamente por pessoal médico especializado, no prazo de 7 dias desde o início da menstruação. Deve efetuar-se uma revisão entre as 4-12 semanas após a inserção e depois uma vez por ano, ou com maior frequência se estiver clinicamente indicado.

Em função do tipo de DIU que utilize, este deve ser removido uma vez decorridos 3 a 10 anos. Se pretender continuar a usar o mesmo método, poderá ser inserido um novo sistema na mesma altura. Pode pedir ao seu médico que lhe extraia o DIU a qualquer momento.

3Será este o método adequado para si?

Pode interessar-lhe se:

  • For fumadora e tiver mais de 35 anos.
  • Tiver obesidade.
  • For diabética.
  • Não puder ou não quiser utilizar estrogénios.
  • Desejar uma proteção de longa duração (entre 3 a 10 anos, dependendo do tipo) reversível.
  • Estiver em período de amamentação e tiverem decorrido 6 semanas após o parto.
  • Pretender um método que não interfira com as suas relações sexuais.

Tenha cuidado:

  • Se for alérgica a algum dos componentes.
  • Não a protege contra infeções sexualmente transmissíveis (IST), incluindo inclusive contra o VIH/SIDA.

Referências:

PT-NON-110049 07/2021